Quando é preciso usar um suplemento vitamínico?

Home » Suplementos » Quando é preciso usar um suplemento vitamínico?
a

Alguns nutrientes são fundamentais para o funcionamento regular do organismo. No entanto, não é raro encontrar pessoas que apresentem, pelo menos, uma deficiência vitamínica – principalmente porque a alimentação ultraprocessada, refinada e rápida caiu no gosto da maioria da população, que vive uma rotina cada vez mais agitada e corrida.

Com isso, as escolhas alimentares têm sido menos nutritivas e ricas em calorias, com o intuito de atender à necessidade de rapidez cotidiana. É justamente quando essa alimentação menos cuidadosa deixa a desejar em vitaminas, que a suplementação é mais utilizada.

O QUE É SUPLEMENTAÇÃO VITAMÍNICA

Para falar sobre o assunto, primeiro é preciso entender o que é, afinal, suplementação vitamínica. Como o próprio sugere, trata-se do ato de repor vitaminas que estejam em déficit, ou seja, em baixa no organismo. Isso acontece, em sua maioria, por meio da ingestão de cápsulas especialmente desenvolvidas para esse fim.

COMO SABER SE ESTÁ NA HORA DE SUPLEMENTAR VITAMINAS

O primeiro passo para entender se há ou não uma deficiência vitamínica e, portanto, a necessidade de suplementar, é procurar um profissional médico para que os devidos exames sejam realizados. Isso faz com que se saiba exatamente quais são as vitaminas em taxas deficitárias e explicita o quanto de suplementação será, de fato, necessário fazer. Uma vez mapeada essa necessidade inicial, é importante que o acompanhamento médico seja constante e que exames sejam feitos com regularidade.

Algumas situações expõem o organismo a um “estresse” maior e pressupõem a suplementação vitamínica, como é o caso de quem se submete a uma cirurgia bariátrica, faz uso constante de álcool e cigarro, é atleta profissional, é idoso ou está gestante.

O QUE A FALTA DE VITAMINAS PODE CAUSAR

A falta de uma ou mais vitaminas no corpo é chamada de hipovitaminose e geralmente é consequência de dietas restritivas e/ou pobres em alguns nutrientes essenciais para o regular funcionamento do organismo, podendo também acontecer em casos de problemas de saúde, como alterações intestinais.

Assim como existem diversas vitaminas, também há diversos tipos de hipovitaminose e as principais delas estão listadas abaixo:

  1. Hipovitaminose do tipo A: esta é uma das hipovitaminoses mais sérias e perigosas, sendo considerada uma verdadeira questão de saúde pública pela Organização Mundial da Saúde, a OMS. Mais comum em pessoas submetidas a condições financeiras mais baixas, a falta de vitamina A retarda o crescimento em crianças e adolescentes, propicia o aparecimento de infecções e, principalmente, pode ocasionar problemas de vista.

  2. Hipovitaminose do tipo B1 (tiamina): a baixa concentração de vitamina B1 está diretamente relacionada com o metabolismo e pode ocasionar falta de apetite, insônia e estresse, por exemplo.

  3. Hipovitaminose do tipo D: a vitamina D está presente em alimentos como a carne vermelha, o ovo e o salmão e é ativada por meio da exposição regular e saudável aos raios solares. Os principais sintomas da hipovitaminose de tipo D são a fraqueza muscular, o cansaço e a dor nos ossos.

ApisNutri conta com um uma linha completa de suplementos de alta qualidade, prontos para atender às mais diversas necessidades de suplementação vitamínica.

Trata-se de uma empresa conectada com a natureza que oferece as melhores soluções em nutracêuticos, alimentos e suplementos para o dia a dia, proporcionando o regular funcionamento do organismo e promovendo saúde.

Clique aqui e saiba mais.

Últimas postagens

Artigos

Cadastre-se em nossa Newsletter

Encontre os melhores produtos em nossa loja virtual

Gostou do nosso post? Compartilhe em suas redes sociais!

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
WhatsApp
Telegram
Email
Print