Como usar corretamente a lactase?

Home » Enzimas » Como usar corretamente a lactase?
a

O consumo de produtos lácteos é rotina na casa da maioria dos brasileiros, ainda mais quando se trata do leite de vaca. Esses alimentos são compostos por lactose – um açúcar que necessita ser quebrado em moléculas mais simples (como a glicose e a galactose) para ser digerida. Para essa quebra ser realizada, é preciso da lactase – uma enzima produzida pelo próprio organismo.

Quando ocorre a deficiência desta enzima e a lactose não é modificada, aparecem os desconfortos, como náuseas, inchaços abdominais e outros problemas gástricos após a ingestão de leite e derivados.

O que é lactase?

Produzida na mucosa intestinal, a enzima lactase possui a função de realizar a hidrólise enzimática, quebrando o açúcar do leite em um conjunto de carboidratos, facilitando a digestão. Se essa ação não ocorre, a lactose chega ao intestino grosso e é fermentada pelas bactérias presentes. Como resultado, ocorre a produção de ácido lático, gases e também retenção de água, gerando dores e desconfortos. Esse problema digestivo está relacionado a alguns fatores que levam à falta parcial ou total da lactase no organismo. Veja alguns deles:

1. Deficiência congênita

Neste caso, o organismo do bebê libera pouca quantidade de lactase ou não produz a enzima, ocasionando a intolerância à lactose. Os sintomas não aparecem logo nos primeiros dias de amamentação. É importante ter atenção aos sintomas, pois é comum que os bebês apresentem cólicas e gases, por isso, é fundamental realizar acompanhamento pediátrico periódico.

2. Doenças intestinais

Como consequência secundária de algumas doenças intestinais, acontece a diminuição da atividade enzimática do intestino. Nesse caso, pode ser que a alteração provoque interferências temporárias ou permanentes na produção de lactase – tudo depende do tamanho do dano causado.

3. Deficiência primária

O fator mais comum é conhecido como deficiência primária ou ontogenética. Trata-se da redução natural que ocorre na produção da enzima ao longo da vida e começa já entre a população jovem.

Suplementação de lactase

A suplementação de lactase é indicada antes da ingestão de qualquer produto que contenha ingredientes lácteos ou traços de lactose em sua composição – 10 a 15 minutos antes das refeições, dependendo de como cada organismo funciona e se adapta à enzima. Para fazer o uso adequado é sempre recomendado acompanhamento médico, que irá auxiliar também no limite permitido e na rotina de utilização de acordo com o histórico do paciente.

Produtos com leite

É importante informar que nem todo produto derivado do leite possui lactose em sua composição, como é o caso de alguns queijos. Na dúvida, é sempre recomendado conferir a existência do selo de zero lactose no alimento ou verificar os alertas na embalagem.

Contraindicações

Para realizar qualquer tipo de suplementação é sempre recomendada a análise de um especialista para garantir o melhor resultado. Além disso, sabe-se que a lactase não é indicada para pessoas com diabetes e galactosemia – quando o organismo não metaboliza a galactose em glicose.

ApisNutri e a Lactase

Saúde e bem estar caminham lado a lado. As cápsulas de lactase da ApisNutri garantem a suplementação alimentar necessária para garantir a digestão correta da lactose no organismo e evitar desconfortos intestinais. Todos os produtos da seção de nutracêuticos são pensados para conferir a vitalidade que o corpo precisa ao enfrentar os desafios do dia a dia.

Para conhecer a linha de produtos da ApisNutri clique aqui.

Últimas postagens

Artigos

Cadastre-se em nossa Newsletter

Encontre os melhores produtos em nossa loja virtual

Gostou do nosso post? Compartilhe em suas redes sociais!

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
WhatsApp
Telegram
Email
Print