skip to Main Content
Betacaroteno Protege Mesmo Contra O Câncer?

Betacaroteno protege mesmo contra o câncer?

Batata-doce, cenoura, couve, goiaba, pimentão vermelho, manga. O que esses alimentos têm em comum? A resposta é o betacaroteno, um pigmento natural que é o mais abundante entre os carotenoides.

Encontrado principalmente em frutas de cor amarelo-alaranjada e nos vegetais verde-escuro – onde fica mascarado pela clorofila – ultimamente o betacaroteno tem sido associado à prevenção de vários tipos de câncer.

Mas será que é apenas mais um mito ou há um fundamento de verdade? Veja por que o betacaroteno tem feito tanto sucesso entre os cientistas.

Mas afinal, o que é o betacaroteno?

Antes de mais nada, é preciso compreender por que o betacaroteno faz tanto bem à saúde. Na verdade o pigmento é um poderoso antioxidante essencial para o bom funcionamento do organismo.

Os antioxidantes são as substâncias responsáveis por combater os radicais livres, que oxidam as células. Isso significa que causam o envelhecimento celular, tornando-as mais frágeis, suscetíveis a problemas e mutações, e encurtando seu ciclo de vida.

Quando ingerimos o betacaroteno através dos alimentos ou como suplemento, ele se transforma em Vitamina A. Essa, por sinal, é uma das mais importantes para a saúde porque, além de proteger a pele e os cabelos, reforça o sistema imunológico, melhorando nossa resistência às doenças.

A Vitamina A melhora ainda a saúde dos olhos, ajuda na formação de colágeno, dos dentes, evita úlceras de pele, combate a anemia e é importante para um crescimento saudável.

Mas, acima de tudo, a Vitamina A é super importante para a renovação celular. Metade da necessidade diária da vitamina é conseguida através do betacaroteno, que, por isso, é conhecido como Pró-Vitamina A. A outra metade é conseguida através de alimentos de origem animal.

O que isso tudo tem a ver com o câncer?

Como o betacaroteno tem forte função antioxidante, vários cientistas têm pesquisado sua eficácia na prevenção de neoplasias. O benefício estaria especialmente relacionado ao dano oxidativo ao DNA e à ativação metabólica de carcinógenos químicos.

Por outro lado, o betacaroteno fortalece o sistema imunológico. Por isso, os pesquisadores têm vinculado a ação antioxidante a uma melhora na resposta imune, já que ele inibe o dano oxidativo também nas células do sistema imune e de formação de peróxidos, fortes imunossupressores.

Prevenção do câncer deve começar com estilo de vida saudável

É claro, no entanto, que não se pode delegar apenas ao betacaroteno a missão de reduzir o risco de câncer. A melhor maneira de manter a saúde do organismo, de uma forma geral, é tendo um estilo de vida saudável e uma alimentação balanceada.

No entanto, uso adequado de algumas substâncias, como o betacaroteno, pode colaborar para uma melhor qualidade de vida.

É preciso frisar, entretanto, que a quantidade diária ingerida de betacaroteno deve ter uma recomendação médica. Assim como qualquer alimento, uso excessivo pode ser prejudicial à saúde.

O exagero pode levar, inclusive, ao bloqueio de absorção da própria Vitamina A. Isso acontece porque há um mecanismo no organismo que “envia” uma quantidade mínima de Vitamina A quando há consumo excessivo de betacaroteno.

Por outro lado, a ingestão de betacaroteno além do necessário também pode causar carotenemia. A pele de pessoas que consomem carotenoides além da conta começa a ficar com aspecto amarelado.

Combine o betacaroteno com outras vitaminas

O suplemento de betacaroteno é especialmente indicado para pessoas que não se alimentam regularmente de frutas, verduras e legumes. No entanto, a suplementação da dieta deve ser indicada por um médico, para que seja administrada a dose certa.

Por outro lado, todo o poder do betacaroteno para a saúde pode ficar ainda maior. Quando combinado às vitaminas C e E, o poder antioxidante do trio é potencializado, combatendo com mais eficiência ainda a ação dos radicais livres e prevenindo contra o envelhecimento celular.

Outros benefícios do betacaroteno para a saúde

Um dos grandes benefícios do betacaroteno é a preservação do colágeno. Com isso, não apenas unhas e cabelos ficam mais bonitos e saudáveis, como também a pele. O colágeno aumenta a elasticidade e a tonicidade, evitando a flacidez.

Por outro lado, os carotenoides ajudam a deixar a pele com um aspecto mais dourado, mas de forma saudável. É possível conseguir uma padronização do bronzeado com pouca exposição ao sol estando, ao mesmo tempo, mais protegido contra a radiação solar.

O ideal é aproveitar para tonalizar a pele e sintetizar a Vitamina D antes das 10h e após às 16h – sempre levando em conta o horário de verão. A ausência dessa vitamina, deixa o organismo mais vulnerável às doenças autoimunes

A Vitamina D controla 270 genes, mas não é produzida pelo corpo humano. Ela só é sintetizada na presença dos raios UVB, por isso a exposição deve ser feita sem protetor solar – que não deixa os raios penetrarem. A ingestão adequada de betacaroteno ajuda a proteger ainda mais o organismo contra a ação radioativa UVB.

Quer saber mais sobre suplementos e substâncias que colaboram para a saúde e a qualidade de vida? Continue acompanhando nossos posts!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top
WhatsApp WhatsApp